terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Nat-álcool !!



Sim um péssimo trocadilho que se encaixa nessa hora, vocês agora se perguntam, porque falar do natal tanto tempo depois ?! Porque desenterrar historias, porque lembrar e assim sentir novamente a dor, o ostracismo, porque ?!
Simples ! Meus caros, a desgraça está nos esperando, então quão mais rápido soubermos seu gosto, mais fácil vai ser acompanharmos seu ritmo. Lá estava eu, achando que iria descolar no dia de natal, a princesa mais linda que conheci no rebanho de gatas da minha vida, no meu acervo, pequeno acervo, praticamente nulo, enfim, dessa vez chutei o mau agouro, e fui em busca da felicidade, mas como não sou nenhum Will Smith, falhei, estava eu com ela, a doçura, e o que fiz, falhei, não que eu achasse que iria conquistar tal prenda, mas sei lá, talvez seria meu dia de sorte, conclusão, voltei com o rabo entre as pernas, perdi, tomei bota, toco, fora, não, rejeição, o fim da picada, o começo do fim, Jesus apague a luz, mas será o Benedito !?...quando se começa dizer coisas sem sentido é melhor terminar o texto.
Meu natal se resumiu em comer uma gelatina feita com vodka, que chamamos carinhosamente de “Gelatinodka”, derrubar meu celular, que estava no ultimo dia da garantia dentro da privada, esse que não voltaria a funcionar, não que fosse um celular que alguém diria: _Minha nossa que celular descolado. Mas era o único que eu tinha. E assim, terminou eu dormindo bêbado, sozinho, sem celular, sem dignidade, mas sabendo que não estou só, tem muitos losers comigo, os citarei ai embaixo:
Aslland Fabricio
Ferdinando Fernandes
Ricardo Labriola
Rato
Chico
Elvis Sei lá do Que Deve Ser Silva
Fish
Binho
Véio do bar
Véia Bruxa
Galinha
Tio Ôla
Ducel
Masb
Entre outros milhares.

Caio Vinícius

Um comentário:

  1. seus posts são um tanto quanto pessimistas né? hahaha

    bjs

    ResponderExcluir